News & Announcements

25/06/2014: Evolução do sector mineiro angolano apresentada em Londres

Evolução do sector mineiro angolano apresentada em Londres

Luanda - O ministro da Geologia e Minas, Francisco Queiróz, apresentou, terça-feira, em Londres (Inglaterra), uma comunicação intitulada "A evolução do sector mineiro angolano: reforma e investimento", no âmbito da sua participação na Conferência Mining On Top: África London Summit, que decorre naquele país da União Europeia, de 24 a 26 de Junho.

De acordo com um comunicado de imprensa dirigido hoje (quarta-feira) à Angop, em Luanda, na sua intervenção, o governante afirma que "o modelo de gestão dos recursos naturais de Angola colocou-a na perspectiva de ser um país de rendimento médio em 2018".

Segundo Francisco Queiróz, no quadro da política do Estado angolano para aumentar a participação do sector privado na economia, a empresa Roremina estar à venda, anunciou o ministro, ao responder a uma pergunta, durante a apresentação que fez, na terça-feira, no Chatham House, na cidade de Londres, local onde tem lugar o evento.

Na ocasião, o ministro angolano reafirmou ser importante a participação de Angola em eventos do género, para a promoção dos pontos de vista do governo nessa matéria.

Quanto ao debate sobre "Financiamento de infraestruturas geológicas em África", Francisco Queiroz opina que "devia ser mais aprofundado".

"O debate não foi aprofundado", disse o governante angolano, acrescentando que o Banco Mundial (BM) e os países compradores de matérias-primas deviam ter responsabilidades sobre o financiamento das infraestruturas em África", sublinhou.

Durante a missão, o ministro Francisco Queiróz  vai encontrar-se quinta-feira com  a secretária de Estado para o Desenvolvimento Internacional do Governo Britânico, Lynne Featherstone, à margem da realização da Conferência Mining On Top: África London Summit.

Recentemente realizou-se, a partir do aeroporto de Luanda, a  cerimónia inaugural do voo do Plano Nacional de Geologia (Planageo), que visa estabelecer a cobertura das lacunas de informação geológica e mineira de Angola.

O referido projecto, tem, entre outros objectivos, o aumento do conhecimento do potencial geológico e mineiro do país, a identificação de fontes de recursos necessários ao desenvolvimento, tendo em conta o crescimento de Angola, e o fomento da diversificação da economia nacional actual, concentrada na produção de petróleo e diamantes.