News & Announcements

24/06/2014: Aguinaldo Jaime eleito administrador suplente da África Re

Aguinaldo Jaime eleito administrador suplente da Ãfrica Re

Luanda - O Presidente do Conselho de Administração da Agência Reguladora de Supervisão de Seguros ( ARSEG) , Aguinaldo Jaime, foi eleito recentemente para o cargo de Administrador Suplente da África Re ( Associação africana de seguros), em representação da África Austral e Oriental.

De acordo com uma nota de imprensa da representação diplomática de Angola no Egipto, esta eleição foi feita no decorrer da 36ª Assembleia Geral  ordinária da África Re que  teve lugar  no dia 19 do corrente mês na cidade do Cairo.

A África Re tem como missão fomentar o desenvolvimento da indústria de seguros e resseguro em África, promover o crescimento dos prémios de resseguro e a sua crescente retenção, nos mercados nacionais, regionais e sub-regionais de África; e apoiar o aprofundamento do crescimento económico de África.

São accionistas da África Re os Estados Africanos, de entre os quais a República de Angola, o BAD – Banco Africano de Desenvolvimento, o Banco Mundial, através da sua afiliada IFC, e outras organizações internacionais, bem como instituições e empresas da indústria de seguros e resseguro, de África de outros continentes.

A reunião  reconheceu o resultado líquido, referente ao exercício de 2013, no valor de 84,8 milhões de dólares norte-americanos, dos quais  13.224.183,75 de dólares  vão ser distribuídos aos accionistas, a título de dividendos; incorporar aos lucros não distribuídos o valor de  19.480.141,66 USD.

A reunião deliberou ainda aprovar o reforço da posição accionista do IRB – Instituto de Resseguro do Brasil na África Re, bem como constituir uma reserva, para prevenir eventuais perdas derivadas de flutuações cambiais, no valor de oito milhões de USD; e criar um Fundo de Responsabilidade Social, no valor de  1.696.013,56 de USD.

Para Aguinaldo Jaime, a sua eleição para Administrador Suplente da Africa Re "é motivo de orgulho e satisfação para todos os quadros da ARSEG e de Angola".

Na óptica do interlocutor este facto constitui igualmente o "reconhecimento da importância da economia angolana, em geral, e do seu mercado de seguros e resseguro, em particular, e o encorajamento para o prosseguimento do programa de reformas do seu Sistema Financeiro e do seu sector de seguros e resseguro, superiormente orientado pelo Chefe do Executivo Angolano, José Eduardo dos Santos."