Press Release

10/06/2014: TAAG ASSINA CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE MAIS UMA AERONAVE À BOEING

TAAG ASSINA CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÃÃO DE MAIS UMA AERONAVE Ã BOEING
Uma delegação das Linhas Aéreas de Angola assinou na manhã de ontem (9), em Washington, D.C., capital federal dos EUA, os documentos da transação  que culminará  com a aquisição  de mais uma aeronave Boeing 777 –300 ER. O acto decorreu no escritório da firma de advogados Vedder Price, PC. Adriano de Carvalho, Administrador da TAAG, procedeu á outorga dos documentos em representação da companhia aérea nacional.

 

A delegação Angolana integra ainda Adelaide Godinho, Directora do Gabinete Jurídico da TAAG, representantes do Instituto Nacional da Aviação Civil, INAVIC e da Empresa Nacional de Seguros de Angola, ENSA.

O acto foi realizado no contexto de um contrato comercial, celebrado com a Companhia Americana Boeing com base no Despacho Presidencial número 54 de 21 de Junho de 2013 que autoriza a operação e viabiliza a transação entre a TAAG e a Boeing.

Em Washington, D.C,, desde domingo, dia 8 de Junho, a delegação da TAAG rubricou com os parceiros, contratos de financiamento com a CAMEIA LLC (instituição criada para ser responsável pelo aparelho enquanto durar o financiamento), PFECO (Corporação de Exportação Privada), Wells Fargo Bank Northwest National Association (Banco Wells Fargo-Associação Nacional do Noroeste), EximBank (Banco de Exportação e Exportação) dos Estados Unidos da América, com garantia deste último e do Executivo, no valor de 77 porcento do montante total, sendo 12 porcento do Banco Britânico HSBC e 11 porcento de um sindicato de Bancos Angolanos criados pelo BNI (Banco de Negócios Internacionais), com a garantia da República de Angola.

Os contratos de financiamento foram assinados, por Adriano de Carvalho pela TAAG, Vicent Herman, vice-presidente da PFECO, Richard Hodder pelo HSBC e David Fiore, responsável da Divisão de Transportes do EximBank dos EUA.

O INAVIC, estrutura organizativa da administração da Aviação Civil no país dotada de personalidade jurídica tem como atribuição  examinar a documentação relacionada com a operação realizada e a manutenção da aeronave. Á ENSA compete tudo o que se relaciona com o seguro da aeronave.

Na ocasião Adriano de Carvalho, Administrador da TAAG disse que "o acrescéscimo de um Boeing 777-300ER representa um passo significativo no processo de expansão da nossa frota intercontinental".

O responsável das Linhas Aéreas de Angola enfatizou que este aumento vai permitir expandir a rede nacional da companhia,  retomando os seus serviços para Paris e Londres nos próximos tempos e consolidando a presença da TAAG em Lisboa e Havana, o que vai permitir que a companhia esteja melhor ligada ao mundo, com mais destinos e custos de transportação mais baixos.

Adriano de Carvalho disse ainda que, "este crescimento, vai alavancar o desenvolvimento de hub, e obviamente faciltar o fluxo de passageiros entre a América do Sul e a África Austral; Extremo e Médio Oriente e África Austral.

Olhando para o futuro, o responsável da TAAG, salientou que este crescimento acelerado está a ser movido por um desenvolvimento sustentado da economia Angolana e, será suportado

pela abertura do novo aeroporto de Luanda.

A TAAG está optimista com relação ao futuro, atenta às suas responsabilidades e vai continuar a reforçar o seu compromisso com relação à excelência e implementar soluções definitivas para os novos desafios, adiantou Adriano de Carvalho.

"Continuaremos a  bater-nos por uma melhoria de excelência operacional, consolidando a nossa imagem como uma companhia fiável e eficiente", disse.

A cerimónia de assinatura foi testemunhada pelo Embaixador de Angola nos EUA, Alberto Ribeiro, representantes da Boeing, do EximBank dos EUA e diplomatas angolanos.

De Wahington, D.C., a delegação da TAAG segue na próxima semana para Seattle, Estado de Washington States, onde se situa a sede da companhia Boeing, uma corporação multinacional americana,  para a recepção do aparelho que, de acordo com o programa, prevê-se que deixará aproximadamente três dias depois o espaço aéreo norte-americano, rumo á capital do nosso país.

Na base Everett em Seattle, estarão presentes membros do Executivo angolano, o embaixador de Angola nos EUA e representantes da imprensa nacional a fim de presenciarem a partida da aeronave baptizada com o nome EBO, a batalha que se realizou no Cuanza Sul, crucial para impedir a entrada, na capital do país, das tropas estrangeiras antes da proclamação da independência de Angola, a 11 de Novembro de 1975.

Fontes da TAAG anunciaram que até 2016 vão ser adquiridas à Boeing mais duas aeronaves do tipo 777-300ER que se prevê que cheguem ao país em Dezembro de 2015 e Março de 2016, respectivamente.

De recordar que em 2011 duas aeronaves do mesmo tipo, foram adquiridas pela TAAG, Línhas Aéreas de Angola à Boeing, no âmbito da modernização da companhia, fazendo assim face ás exigências do mercado internacional, alargando a sua frota e proporcionando cada vez mais um serviço de qualidade aos seus clientes.