News & Announcements

01/05/2014: Vaticano: Estatuto jurídico da Igreja Católica em Angola domina encontro

Vaticano: Estatuto jurídico da Igreja Católica em Angola domina encontro

Estado do Vaticano (Dos enviados especiais) - Questões ligadas ao projecto de acordo bilateral relativo ao estatuto jurídico da Igreja Católica em Angola dominaram hoje, sexta-feira, o encontro do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, com o Santo Padre, Papa Francisco, ocorrido no Palácio Apostólico do Estado do Vaticano.

O estadista angolano, que se encontra em visita oficial ao Estado do Vaticano, no quadro do reforço da cooperação bilateral entre Angola e a Santa Sé, sede da Igreja Católica, abordou igualmente, com o Papa Francisco, aspectos atinentes a importância da contribuição da confissão religiosa nos domínios da educação e da saúde, em Angola,

Durante o encontro, de cerca de 40 minutos, Eduardo dos Santos e o Santo Padre também passaram em revista assuntos ligados aos "desafios que Angola tem pela frente na região e no continente, em geral, no que se refere a luta contra a pobreza, a desigualdade  social, pelo desenvolvimento integral da pessoa humana, reconciliação, justiça, e paz".

Mereceu também particular atenção, na troca de ideias, aspectos relacionados com os conflitos ainda latentes no Continente africano.

Entretanto, ainda  no Palácio Apostólico do Estado do Vaticano, o Presidente José Eduardo dos Santos manteve encontro com o Cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, audiência em que participou também Monsenhor Dominique Mamberti, secretário para as Relações com os países acreditados junto da Santa Sé.

De salientar que, na audiência do Papa Francisco, o Chefe de Estado Angolano, José Eduardo dos Santos, ofertou ao Santo Padre uma estatueta do Pensador, símbolo da cultura nacional angolana, bem assim um exemplar da maquete do Santuário da igreja Nossa Senhora da Muxiima, localizada no município de Icolo e Bengo, em Luanda.

Acompanharam o Presidente, nesta actividade diplomática, a primeira dama de Angola, Ana Paula dos Santos, os ministros das Relações Exteriores, Georges Chikoti, e da Cultura, Rosa Cruz e Silva, além do representante angolano no Estado do Vaticano, Armindo do Espírito Santo.

Ainda hoje o Presidente visita a Basílica de Santa Maria Maggiore e o Túmulo de Dom Afonso Nvunda "o Negrita", primeiro representante angolano na Santa Sé, falecido há 400 anos.

Angola, Estado laico, tem uma população que maioritariamente profeça a religião católica.