News & Announcements

07/04/2014: Ministro das Relações Exteriores inicia visita à Rússia

Ministro das Relações Exteriores inicia visita à Rússia

O ministro das Relações Exteriores, Georges Rebelo Pinto Chikoti, iniciou nesta segunda-feira, a uma visita oficial à Rússia, de 72 horas, com uma palestra sobre a política externa de Angola.

Segundo uma nota do Ministério das Relações Exteriores (Mirex), chegada à Angop, no encontro, Georges Rebelo Pinto Chikoti destacou na sua dissertação que os seus pressupostos forão assentes em fundamentos consagrados na Constituição e no Programa do Executivo Angolano.

A palestra aconteceu no Instituto de Relações Internacionais "MGIMO", do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, e teve como público-alvo académicos, estudantes em Moscovo, dentre os quais angolanos, diplomatas e outros convidados pela referida instituição de ensino superior, bem como pela Embaixada de Angola naquele país europeu.

Durante o seu pronunciamento, governante apontou como prioridade da política externa de Angola a defesa absoluta dos seus interesses e objectivos estratégicos, nomeadamente a preservação e o fortalecimento da soberania nacional, a não ingerência nos assuntos internos do país, a defesa da paz e segurança mundial.

A prevenção, gestão e resolução de conflitos por via pacífica, o apoio ao desenvolvimento económico, político e social de Angola, através de uma maior inserção do país no concerto das nações são outras das prioridades prioridade da política externa angolana.

A condenação do uso da força como meio de resolução de conflitos fora do sistema das Nações Unidas e da Carta da União Africana (UA), o respeito pelos Direitos Humanos, e o Reconhecimento do Direito Internacional como norma de conduta dos Estados nas suas relações de cooperação foram outras das prioridades do país realçadas pelo ministro.

É com base nestes princípios, referiu, a diplomacia angolana tem trabalhado de forma activa ao redor dos grandes desafios regionais, sub-regionais e internacionais, caracterizado pelo actual processo de transformação da política mundial.

No âmbito das relações de amizade e de cooperação entre Angola e a Federação da Rússia, nos mais variados domínios, o diplomata afirmou que "são excelentes," e que as mesmas remontam desde os primórdios da luta de libertação nacional e pela independência do país.

Para Georges Chikoti, os actuais níveis de relações de cooperação bilateral e as suas dimensões no quadro da diversificação da economia de Angola constituíram-se numa parceria estratégica, promovendo os interesses comuns e de cooperar com vantagens recíprocas com vista ao desenvolvimento e bem-estar dos dois países e seus respectivos povos.

Sobre o processo de paz e segurança, estabilidade e desenvolvimento na região da África Central, dos Grandes Lagos, da Comissão do Golfo da Guiné (CGG) e da SADC, das quais Angola está inserida, foi referenciada pelo chefe da diplomacia angolana, e que dada a sua própria experiência na prevenção e resolução de conflitos por via do diálogo, como forma de se alcançar o consenso, o país candidatou-se a membro não permanente do Conselho de Segurança das nações Unidas no período de 2015-2016.

"Angola como Nação, considera a paz e segurança premissas fundamentais para o desenvolvimento, a democracia e promoção e respeito dos direitos humanos", ressaltou.

Ainda hoje, o ministro Georges Chikoti, teve um encontro de cortesia como ministro dos Recursos Naturais e co-presidente, pela parte russa, da Comissão Mista Bilateral Angola/Rússia, Sergey Donskoy, que considerou Angola o maior parceiro, no quadro da cooperação e comércio, da Rússia em África.

Angola e a Rússia anunciaram que no próximo semestre do corrente ano será realizada a terceira Comissão Mista Bilateral, na qual as duas partes deverão trabalhar para revisão de acordos anteriores e assinaturas de novos instrumentos jurídicos nos sectores dos transportes (ferroviário e marítimo), da formação de quadros e do reconhecimento de diplomas do ensino superior.

Para terça-feira, dia 8, o governante tem previsto um encontro de trabalho com o seu homólogo russo, Sergey Lavrov, e  vai assinar um memorando de entendimento de Consultas Políticas e Diplomáticas Regulares entre os dois países.

A visita oficial do ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti à Rússia termina dia 9 de Abril do corrente ano.