News & Announcements

24/02/2014: Huambo: Escola de amizade Angola/China reflecte empenho do Executivo

Huambo: Escola de amizade Angola/China reflecte empenho do Executivo

Huambo- A construção da escola de amizade Angola/China, inaugurada nesta segunda-feira, na província do Huambo, reflecte o forte empenho do Executivo angolano na inserção de mais crianças no sistema normal de ensino no país, assim como a aposta na formação académica dos jovens, afirmou o ministro das Relações Exteriores, Georges Rebelo Pinto Chikoti.

Falando à imprensa no final do acto inaugural do estabelecimento de ensino, na presença do embaixador da República Popular da China em Angola, Gao Kexiang, o ministro afirmou que, com a construção desta escola, o governo da China dá um importante contributo no combate ao fenómeno de crianças fora do sistema normal de ensino, por falta de infra-estruturas, já que esta escola vai acomodar 200 alunos.

"Esta infra-estrutura representa, antes de mais, o testemunho vivo dos fortes laços de amizade, solidariedade e de cooperação existente entre os povos e os governos de Angola e da China", disse.

O ministro das Relações Exteriores sublinhou também que a escola de amizade testemunha a evidência dos frutos que a cooperação entre os dois governos tem proporcionado nas diversas vertentes, desde a reconstrução do país, edificação de infra-estruturas, o relançamento da economia nacional e na formação das novas gerações.

Georges Chikoti referiu que a construção do imóvel constitui um ganho para todos os actores, visto que ganha a amizade e reforça a cooperação Angola/China.

Apelou os alunos, professores, encarregados de educação e a comunidade circundante no sentido de tudo fazerem para a preservação e conservação do imóvel, pois a sua funcionalidade e utilidade dependerá, em primeira instância, da maneira como ela é cuidada.

Nesta perspectiva, encorajou o Governo da República Popular da China a prosseguir com a materialização de iniciativas do género, visando o aprofundamento, cada vez mais, da amizade e dos laços de cooperação existentes, adiantando que dentro de alguns dias os dois Governos irão celebrar um acordo para o início da construção do Instituto de Relações Internacionais de Angola.