News & Announcements

16/01/2014: Cimeira da CIRGL recomenda aprovação do plano estratégico para 2014 - 2018

Cimeira da CIRGL recomenda aprovação do plano estratégico para 2014 - 2018

Luanda - A V Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL), realizada de 10 a 15 deste mês, em Luanda, recomendou a aprovação do plano estratégico da organização sub-regional para o período 2014 - 2018.

A recomendação consta da declaração lida no termo da Cimeira, na qual os líderes da CIRGL instam o Secretariado Executivo a mobilizar recursos a partir de parceiros para a sua implementação.

A Cimeira encomendou igualmente a aprovação do orçamento para o Secretariado da Conferência, num total de USD 5.433.674,79, para o ano de 2014, incluindo os USD 912.652 adicionais aos USD 4.521,023, decorrentes da implicação de custo do novo organigrama.

Recomendou ainda a aprovação do orçamento de USD 5.489,093, para 2015, bem como a nova escala de avaliação da CIRGL para contribuição dos Estados-membros, com base na escala modificada do modelo de avaliação da União Africana.

Os líderes da CIRGL consideraram a disponibilidade da República do Kénia de acolher a próxima (VI) Cimeira Ordinária, da organização sub-regional, marcada para 15 de Dezembro de 2015, ao mesmo tempo que enalteceram a presença ao evento do Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, na qualidade de convidado de honra.

A Cimeira agradeceu o Governo e o povo de Angola, cujo seu líder, José Eduardo dos Santos, assumiu a presidência rotativa da CIRGL, pela calorosa hospitalidade e excelentes instalações postas à disposição, as quais garantiram o sucesso do evento.

A declaração foi assinada pelos Chefe de Estado ou seu representantes de Angola, do Burundi, do Congo Brazzaville, da República Democrática do Congo, do Kénia, do Rwanda, do Uganda, da Tanzânia, do Sudão, do Sudão do Sul e da Zâmbia

A República Centro Africana não se fez representar na Cimeira, que decorreu sob o lema "Promovamos a Paz, Segurança, Estabilidade e Desenvolvimento na Região dos Grandes Lagos".