News & Announcements

12/01/2014: Chefe de Estado manifesta disponibilidade de ajuda humanitária na RCA

Chefe de Estado manifesta disponibilidade de ajuda humanitária na RCA

Luanda - O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, afirmou que o Governo angolano não está em condições de enviar forças militares para ajudar a República Centro Africana (RCA), mas pode enviar ajuda humanitária para acudir as pessoas deslocadas.

José Eduardo dos Santos expressou essa disponibilidade quando discursava por ocasião da cerimónia de cumprimentos de ano novo ao corpo diplomático acreditado em Angola, realizada no Salão Nobre do Palácio Presidencial, em Luanda.

Segundo o estadista angolano, a operação militar e segurança em curso nesse país deve ser fundada com urgência, numa solução política para a crise, que pode ser encontrada pelo diálogo entre o Governo, os partidos políticos e representantes da sociedade civil.

Lembrou que em circunstâncias semelhantes ou quase semelhantes, nos anos 90 do século XX, houve países que adoptaram como solução a Conferência Nacional Soberana que definiu os órgãos e o período de transição para a realização de eleições livres e democráticas sob observação internacional.

Nesta perspectiva, o Chefe de Estado angolano augurou que o Conselho Político de Transição da RCA desempenhe esse papel com sabedoria.

"A República de Angola tem sido um importante factor de paz e estabilidade regional e reitera a sua total disponibilidade para contribuir ao nível da União Africana, das Nações Unidas, em especial através do Conselho de Segurança, para a preservação e restabelecimento da paz, da estabilidade e da segurança universal", declarou.

Noutra vertente, José Eduardo dos Santos manifestou o apreço do Governo angolano a todos os países que apoiaram a sua candidatura a membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, ao mesmo tempo que apelou a outros estados a fazerem o mesmo.