News & Announcements

08/10/2011: Ministra defende promoção contínua do artesanato

Ministra defende promoção contínua do artesanato
 

Luanda – A ministra da Cultura,  Rosa Cruz e Silva, considerou em Luanda, que a promoção contínua de feiras do artesanato vai contribuir para o aumento da renda e, consequentemente, para o fim da pobreza deste grupo de profissionais que, ao longo dos anos, produzem obras artesanais e algumas de cariz artístico.

Rosa Cruz e Silva fez esta afirmação na abertura da Feira Nacional de Artesanato, promovida pelo Ministério da Cultura, em parceria com os governos provinciais, no Parque da Independência.

Para a ministra, estas feiras são fundamentais à divulgação e venda das peças dos artesãos, que têm encontrado dificuldades para comercializar as suas produções.

“A primeira edição de Feira Nacional de Artesanato/2010 foi uma experiência positiva e penso que esta segunda edição também será coroada de êxito tendo em conta o nível de participação dos criadores”, referiu.

A titular da pasta da cultura, além de reconhecer existirem ainda muitas dificuldades para recolha de material e para própria produção, acredita que as mesmas serão superadas e os seus criadores, sejam eles das escolas tradicionais e dos espaços urbanos, vão encontrar na feira uma forma de dar a conhecer ao público o seu talento e a sua força criativa.

Na abertura da feira, onde estão já presentes artesãos das 16 províncias do país (aguardando-se a presença das províncias das Lundas Norte e Sul), apreciaram a exposição o governador provincial de Luanda em exercício, Graciano Domingos, a ministra da Família e Promoção da Mulher, Genoveva Lino, o secretário de Estado da Geologia e Minas, Makenda Ambroise, embaixadores acreditados em Angola, deputados à Assembleia Nacional e  amantes do artesanato.