Press Release

08/10/2011: MINISTRO DA GEOLOGIA, MINAS E INDÚSTRIA PARTICIPOU EM CIMEIRA NOS EUA

EMBASSY OF THE REPUBLIC OF ANGOLA

2100-2108 16th STREET N.W. WASHINGTON, DC  20009

TEL: (202) 785-1156 . FAX: (202) 785-1258/822-9049

 

Washington, 06/10/2011- O ministro Angolano da Geologia, Minas e Indústria, Joaquim Duarte da Costa David, participou em Washington, D.C., de 5 a 7 de Outubro, na Cimeira 2011 de Negócios entre os EUA e África.

O evento que se realiza de dois em dois anos, é organizado pela instituição norte-americana, Conselho Corporativo para África (CCA) teve como objectivo primordial o reforço das relações comerciais entre África e os Estados Unidos da América.

A cimeira deste ano oferece uma oportunidade única para que os participantes, de vinte (20) países africanos, ao lado de representantes do Governo norte-americano ligados ao sector de energia e minas, entre fabricantes, fornecedores nos EUA se interessem cada vez mais em  fazer os seus negócios no continente, estabelecendo uma rede de contactos mais eficiente. A vasta e muito interessante agenda, consta de aproximadamente trinta (30) sessões que cobrem uma diversidade de sectores, produtos e serviços, com um total de mais de mil e quinhentos (1.500) pessoas.

As várias plenárias e workshops nos quais representantes de Governos e homens de negócios tanto americanos como africanos, discutiram temas ligados aos sectores da energia, indústria, comércio, financiamento de infraestrura para o desenvolvimento do continente, saúde, enfim, oportunidades de negócios, comércio e investimento nos dois sentidos, incluindo também, transportes, armazenamento, redes de distribuição, formação e a importância da cadeia do sector privado.

O ministro Angolano da Geologia, Minas e Insdústria, acompanhado do Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário de Angola nos EUA, Alberto do Carmo Bento Ribeiro, foi  o convidado especial para intervir no workshop sobre oportunidades e riscos na indústria extractiva em África, que teve lugar na tarde do dia 6 de Outubro.

“É do conhecimento de todos que África é um continente abençoado com um grande potencial geológico. A história da exportação mineral, é bem conhecida e as oportunidades no continente são muito altas e os riscos baixos como mostram as evidências, apesar dos conflitos devido à actual crise que diminui a procura de alguns dos minerais. Vivemos num mundo muito difícil onde vários conflitos, diminuem a sua procura, sobretudo nos países do continente”, disse o dirigente Angolano.

No caso particular de Angola, Joaquim Duarte da Costa David, enfatizou o potencial do nosso país no aumento da criação de mais empregos e promoção da transferência de valores, o que representa um grande desafio. “Nestes nove anos de paz,  estamos a trabalhar no sentido de obter informação mais actualizada que vai permitir saber qual a real situação mineira do país e como atrair um maior número de potenciais investidores. O nosso país aprovou recentemente uma nova lei base de investimento privado que pensamos vai contribuir para aumentar a responsabilidade e o interesse dos vários investidores”, disse.

O workshop teve como moderador o embaixador Frances Cook, Director Sénior Independente da Lonrho. De entre os oradores destacamos igualmente Princeton Lyman, Enviado Especial para o Sudão do Departamento de Estado norte-americano, Joe Mathews, Chefe do Governo e Relações Comunitárias das Operações Mineiras da ArcellorMittal, Paulo de Sá, Gestor da Unidade de Petróleo e Gás do Banco Mundial e Maurice Templesman, Presidente da Companhia norte-americana Lazare Kaplan International, Inc.

À margem dos trabalhos da Cimeira do CCA, o ministro Angolano da Geologia, Minas e Indústria, manteve um encontro com  Maurice Templesman, Presidente da Companhia norte-americana Lazare Kaplan International, Inc., tendo participado no mesmo Witney Schneidman Presidente da companhia Schneidam & Associates tendo as duas partes discutido as possibilidades de cooperação entre os dois países, visando a diversificação, incluindo de forma mais eficiente o sector mineiro, no contexto da parceria estratégica existente entre os nossos dois países.

Em Washington, o dirigente Angolano foi agraciado com um jantar de boas-vindas oferecido pela Câmara de Comércio EUA-Angola, onde participaram os seus membros associados, membros da administração, membros da comunidade Angolana residente nos EUA, representantes da companhias petrolífera Chevron e da Lazare Kaplan International Inc., patrocinadores do evento e diplomatas angolanos. Durante o mesmo, o ministro Angolano  actualizou os  presentes sobre os avanços e estratégias do sector que dirige, assim como sobre o estado actual da cooperação bilateral com os EUA.

Integraram ainda a delegação Angolana à Cimeira do CCA, Adão Pinto, Cônsul Geral de Angola em Nova Iorque, Maria Luísa Abrantes, PCA nomeada da ANIP e Beatriz Costa, representante comercial nomeada de Angola nos EUA.

 

Press Sector

Embassy of Angola to the USA

Washington, D.C.