News & Announcements

26/11/2013: Executivo elabora estudo de gestão das bacias hidrográficas

Executivo elabora estudo de gestão das bacias hidrográficas

Lubango - O ministro de Energia e Águas, João Baptista Borges, anunciou hoje na cidade do Lubango, província da Huíla, que o executivo está a elaborar um Plano de Gestão Integrada das bacias hidrográficas para minimizar as consequências da seca nas regiões do país que ciclicamente são afectadas.

Falando em conferência de imprensa, no âmbito do Plano de Contingência sobre os efeitos da seca, implementado pela Comissão Ministerial para a Assistência as Populações afectadas pela Seca, João Baptista Borges disse que estes estudos visam um melhor aproveitamento dos recursos hídricos nas províncias do Kwanza Sul, Kuando Kubango, Cunene e da Huíla.


Informou que os estudos do plano de gestão destas bacias permitirão definir prazos para se iniciarem as obras que permitirão aprovisionar água nas represas e barragens, na perspectiva de aumentar a extensão dos perímetros de irrigação e para o consumo humano.


Segundo o ministro da energia e águas, estas obras estruturantes ajudarão grandemente a acabar com os efeitos da seca, uma vez estar em curso já a reabilitação, na localidade de Calueque, província do Cunene, da barragem hidro-eléctrica com capacidade de irrigar 10 mil hectares.


Com a reabilitação desta bacia, de acordo com o ministro, o problema de abastecimento de água potável, assim como de produção de alimentos na região poderá diminuir, pois os habitantes deixarão de depender das chuvas passando a ser abastecidos por sistemas de rega.


João Baptista Borges afirmou ser intenção trabalhar numa perspectiva futurista, tendo em conta as alterações climaticas como uma realidade do presente e do futuro, para que as populações deixem de depender de ajudas alimentares.


Já no domínio de abertura de furos de água, o ministro esclareceu que no âmbito do programa de emergência o executivo procedeu já na província do Cunene a abertura de 29 pontos, dos 120 previstos, para além de outros do governo local que se encontram em execução.

O titular da pasta de energia e águas acrescentou que foram igualmente abertos furos de água nas províncias da Huíla, Kuando Kubango, Namibe e Benguela, perspectivando para o principio de 2014  a execução de outros nestas localidades.


Explicou que na provincia do Cunene está em curso um projecto de reabilitação e ampliação do sistema de adução de água, a partir do rio Cunene passando por Xangongo, Odjiva e Santa Clara, cuja conclusão está marcada para o próximo ano.


A par dos furos de água potável, João Baptista Borges informou que o programa serviu também para construir chimpacas, tanques banheiros para atender a população ganadeira das províncias da Huíla, Cunene e Namibe.


Entretanto, a Comissão Ministerial  manteve hoje um encontro com os governadores provinciais da Huíla, Namibe, Benguela, Cunene, Kuanza Sul e Kuando Kubango para avaliar o grau e estado de implementação do Plano de Contingência nos últimos seis meses.

Os membros da referida comissão visitaram igualmente o projecto “Águas do Lubango” em curso nesta cidade, assim como assistiram a demonstração de trabalhos de perfuração para captação de água subterrânea.